sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

WHAT THE FUCK? #54

Se você nasceu nos anos 80 provavelmente já viu esse modelo exótico.

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

CASEIRAS - FESTIVAL GASTRONÔMICO DE GUIDOVAL

Continuando a sequencia de posts que estavam na geladeira, hoje eu trago o review de dois rótulos caseiros que comprei na Festival Gastronômico de Guidoval (ou famosa festa de Sant' Ana).

Guidoweiss
Como o próprio nome já diz é uma cerveja de trigo guidovalense. Apesar de eu não ter tido condições de levar nenhuma Stone Brothers pra esse evento, fiquei super feliz por ter uma representante aqui da cidade. Apesar de os cervejeiros responsáveis por ela não morarem mais aqui, eles não deixam de levar o nome da cidade com orgulho! Parabéns!!!


Graduação Alcoólica: não anotei e já não tenho mais a garrafa, me desculpem.
Tipo: Weizenbier
Volume: 600ml
Cerveja de coloração turva, quase acobreada. Creme bege de boa formação e duração. Aroma e sabor (banana, cravo, fermento, pão) como manda a escola alemã.

Caipora
Cerveja da nossa vizinhança, direto de Ubá, produzida pelo brother Lucas (que participou junto com a gente no Quintal), essa Robust Porter ficou do carvalho.


Graduação Alcoólica: 5,90% vol
Tipo: Robust Porter
Volume: 600ml
De cor preta e opaca, creme marrom de ótima formação e média duração (é uma coisa que quero corrigir nas minhas stouts, a espuma sempre baixa rápido). Aroma de maltes tostados, café, toffee, chocolate e lúpulo. É, isso mesmo, lúpulo. O Lucas deu aquela incrementada e fez um dry hopping nessa receita, o que deu um toque muito especial na receita. Sabor que remete à café, chocolate e amargor bem equilibrado.

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

BEER PACK #03

Ano novo, vida nova. Muita pessoas dizem isso sempre que um novo ano se inicia. Mas a primeira postagem do ano, na verdade, as primeiras serão posts que eu comecei a escrever no ano passado e acabaram ficando parados. Vou aproveitar essa primeira semana para colocar o blog em ordem e tentar manter o ritmo.

O terceiro Beer Pack trouxe quatro rótulos que tem como ingrediente principal o trigo. São duas alemãs e duas brasileiras no mínimo curiosas.

Hofbräu Münchner Weisse


Esse rótulo já foi tema de um post aqui no blog tem um tempo. Só clicar aqui.

Erdinger Sommer Weiss


Graduação Alcoólica: 4,60% vol
Tipo: Weizenbier
Volume: 330ml
Cerveja de coloração amarelo palha, turva. Creme branco de ótima formação e duração. Aroma com notas cítricas e fermento. Corpo leve, com amargor marcante devido ao dry hopping.

Os dois rótulos nacionais são lançamentos da cervejaria Fucking Beer. Receitas resgatadas de épocas que datam de 1812, 1870 e 1950, com diferentes versões. São cervejas do estilo Grisette (nunca tinha ouvido falar) com uma receita base e ingredientes específicos adicionados à cada uma.

Fucking Beer Relax com Carvalho


Graduação Alcoólica: 3,90% vol
Tipo: Grisette
Volume: 355ml
Cerveja clara e turva de coloração amarelo palha. Creme branco de média formação e que baixou rápido. Aroma cítrico e com notas de fermento provenientes do lúpulo e levedura (não senti nada que me lembrasse o carvalho). Corpo leve com sabor de banana, pão e leve amargor no final do gole.

Fucking Beer Relax com Pêssego


Graduação Alcoólica: 3,90% vol
Tipo: Grisette
Volume: 355ml
Cerveja de coloração amarelo claro, com nível baixo de turbidez. Creme branco de média formação e pouca duração. Aroma frutado (não identifiquei o pêssego) e de fermento. Corpo leve, com amargor moderado. Carbonatação média alta.

quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

MERRY CHRISTMAS

A atividade aqui no blog está devagar, quase parando mas não queria deixar de desejar a todos vocês um Feliz Natal (mesmo que um pouco atrasado) e que o próximo ano seja bom para todos. Apesar desse ano eu ter diminuído significativamente o volume de conteúdo postado, devido à outras ocupações pessoais e profissionais (o que acabou fazendo com que até a produção de cerveja ficasse parada) eu tenho plena convicção de que todos os votos do ano passado se cumpriram e apesar de toda dificuldade que passamos, dada a atual situação do país, acredito que o próximo ano será melhor.

Grande abraço e nos vemos na estrada!