quinta-feira, 30 de julho de 2015

PERFIL DO MOTOCICLISTA DE SÃO PAULO... OU SERIA DO BRASIL?

O amigo Marcão da Black Mask Kustom fez um post muito engraçado em sua página pessoal. Não conhece a BMK? Então dá uma olhada no bate papo que tive com ele.

Segue abaixo o post na íntegra e com algumas fotos por minha conta.

Após alguns anos de moto nos corredores de São Paulo, pude analisar algumas característica básicas dos motociclistas (eiros) que transitam por aqui. Tem figuras que são muito manjadas:

O Motoboy




Característica: Empinava a mobilete do amigo na infância. Já trabalhou como office-boy num escritório na adolescência, já tentou ser vendedor, já fez bico de pintor, encanador, tentou ser coveiro, foi preso, nunca mais conseguiu trabalhar e virou motoboy.
Moto: Qualquer pau velho com caçamba atrás, porque se cair dá pra arrumar tudo com 30,00 de arame.
Roupas: Capacete surrado, Colete luminoso, jeans sujo e uma bota sete léguas presa na alça de mão da parte traseira da moto.
Pilotagem: Alguns vão tirar a mãe da zona e vão passar em qualquer buraco dos 5 corredores. Foda-se se é pela direita ou pela esquerda. Tapam a placa com a mão ao passar por um radar, mas reduzir... Jamais!!!Outros estão se cagando pro tempo e vão te atrapalhar no corredor. Deve ser trauma dos tombos sofridos ao longo da carreira.


O Prevenido




Característica: Foi criado no interior e mudou pra SP.
Moto: Aquela que saiu no consórcio que estava pagando há 8 anos.
Roupas: Galocha e roupa de chuva mesmo com um puta sol de 40º e sem previsão de chuva pros próximos 6 meses.
Pilotagem: Vai embaçar no corredor. Deve ter baixado a pressão devido ao calor dentro daquela roupa de borracha num sol da porra.


O Emergente




Característica: Nascido e criado em Guarulhos (SP). Deu um pouco mais certo que o motoboy porque fez um curso de computação na SOS Computadores. Trabalha no almoxarifado de indústria.
Moto: Titan 150, geralmente vermelha, que ganhou no sorteio de final de ano da empresa.
Roupas: Capacete fechado, luvas com proteção para cada junta do dedo, colete de lã, calça social, sapato preto e meia preta.
Pilotagem: Lerdo no corredor, mas se você der uma acelerada ele fica atordoado e da espaço pra você passar.


O pé no Saco da Scooter




Característica: Andou de ônibus a vida toda até perceber que, o que ele e a esposa gastavam de buzão, dava pra financiar uma scooter.
Moto: Scooter. Uma maldita Scooter. E sabe porque??? Porque não tem marcha e faz 700km com um litro de gasolina. Ele não sabe andar de moto. Comprou essa porra pra não pegar ônibus e era uma moto que ele ou a mulher dele poderiam pilotar, porque é só acelerar e pronto.
Roupas: Não economizam nos acessórios de proteção. É capacetão, jaqueta com protetor de coluna, cotovelo, ombro, costela, umbigo e os caralho. A calça é a mesma coisa. A polícia de choque não usa tanta proteção qto esses caras. Se cair e for arrastado por 800km não quebra nem a unha.
Pilotagem: Ele vai fazer questão de ficar na sua frente no corredor, a 20km/h e não vai sair nem fodendo. Vc pode buzinar, acelerar, colar na traseira, ajoelhar, pedir por favor... Esquece. Ou você acha uma brecha, passa e mostra o dedo ou vai com ele até a casa dele fazendo escolta.


A esposa do pé no Saco da Scooter




Característica: Ajudou o marido a pagar a scooter com o vale refeição dela.
Moto: Tá dividindo a porra da scooter com o marido.
Roupas: Capacete Kraft com estampa de onça, jaquetinha jeans, cachecol, calça social e salto alto.
Pilotagem: Ou anda atrás dos carros ou vai embaçar na sua frente. Vai formar uma fila de motoboy atrás pra sentir um cheiro de mulher. Ou estão com dó porque é songa monga mesmo. Nunca andou nem de bicicleta, quer andar no corredor de SP?


O Harleiro Novo




Caracteristica: O pai montou um escritório pra ele e ele comprou a moto com o troco. Geralmente Publicitário, designer, relações públicas ou alguma outra merda ligada a humanas. É escroto e acho que é fodão.
Moto: Harley Sportster 883 original de fábrica.
Roupas: Qualquer uma... desde que tenho o logo da Harley.
Pilotagem: Lembre-se que ele acha que é fodão. Vai andar no corredor em alta velocidade, mas só quando o espaço no corredor couber uma Scania e se for numa reta, senão ele vai sair da frente porque não aguenta a pressão dos que vem atras. E vai ficar puto dentro do capacete original HD que ele trouxe de fora.


O Harleiro Coxa




Caracteristica: Só tira a moto da garagem na sexta-feira, se estiver sol. Ou é dono do próprio negocio ou tem um cargo fudido. Já passou dos 50 anos.
Moto: Harley grande... Da largura de um carro e com a maior quantidade de acessórios possíveis. Para-brisa, 18 faróis auxiliares, som potente, alforges, franja de couro no guidon e o mais importante: Impecavelmente limpa.
Roupas: Terno e gravata.
Pilotagem: Não atrapalha ninguém. A moto é tão grande que ele anda atrás dos carros. Vai entender...


Playboy de BMW




Característica: Playboy que mora em algum condomínio, tem na faixa de 50 anos, separado e pai de meninas. Faz churrascos com os amigos gordos na beira da piscina, com 2 putas contratadas. Tomam 2 cervejas e já estão bêbados e se abraçando.
Moto: BMW tão alta que tem que parar na sarjeta pra encostar o pé no chão.
Roupas: Jaqueta Tutto por cima da segunda pele. Calça de nylon com aquecedor no saco e bota até os joelhos.
Pilotagem: Praticamente não se vê pelos corredores de SP. Qdo vemos é roubada. Uma vez por ano viaja até a argentina com mais 2 amigos gordos de BMW. Só vão pra Argentina.


Os Jaspions




Caracteristicas: Amantes de seriados japoneses na infância, cresceram a base de leite com pêra, brincando no playground do prédio. Certamente sofreram bullying na escolinha porque eram bobões.
Moto: A mais rápida e a que deixa o cu mais pra cima possível.
Roupas: Aquilo não é uma roupa. Aquilo é embalagem a vácuo. É uma peça só... Tipo mijãozinho de bebê, sabe??? Pode estar 60º na sombra que eles estão lá... enfiados nessa coisa colada. Mais colada que tapa sexo no carnaval.
Pilotagem: Só sai de domingo e só pega estrada. Uma vez por mês você acha um desse no corredor de SP e 100% das vezes ele tá se cagando de medo de ser roubado. Anda a 5km/h, olhando pra todas as direções. Para 600 metros antes do próximo semáforo e qdo abre, sai a 299. É tanto medo que ele só não se caga pq nao cabe fezes no macacão."


Quero deixar bem claro que este post tem caráter cômico, e a intenção é fazer graça. Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.

Mas convenhamos, quem nunca se deparou com um desses ai pelas ruas? Hahaha!

E você? Se encaixa em algum desses ai?

CERVEJA LOBA

Mais uma cerveja nacional. A Cervejaria Loba é daqui de minas, e está há pouco tempo no mercado.

Os parceiros Diego e Aline indicaram um mercado que estava vendendo dela e com a Weiss em promoção (estava próximo do vencimento), fui dar uma conferida e comprei uma Pale Ale também.

Loba Weiss


Graduação Alcoólica: 4,80% vol
Tipo: Weizenbier
Não me agradou em quase nada. Apresenta pouca formação de espuma, possui pouca carbonatação que é característico do estilo, mas tem uma predominância cítrica no final que chega a ser enjoativo (mais puxado pro azedo mesmo). Tem turbidez até que boa, mas se comparada à outras brejas do mesmo estilo é um pouco mais clara. Falta um equilíbrio entre o amargor e as notas cítricas.
Talvez a cerveja tenha estragado antes do prazo estipulado, mas eu não creio muito nisso e não vou comprar outra pra tirar a prova.

Loba Pale Ale


Graduação Alcoólica: 5,50% vol
Tipo: Pale Ale
Essa sim, me agradou. Possui espuma densa e persistente, boa carbonatação, coloração cobreada,  sabores e aromas mais intensos e boa drinkability.
Esquentou um pouco e não perdeu o sabor, o que proporciona uma ótima degustação. Essa eu vou comprar de novo com certeza.

terça-feira, 28 de julho de 2015

DICA DE CANAL #02

Na primeira dica, tinha comentado sobre o primeiro canal que eu segui e porque ia deixar ele como segundo. O canal de hoje é o Misfit Kustom.

Os vídeos são ótimos! Ele tá sempre falando do cotidiano, motos, rolés que a galera faz lá no sul e sobre como é a pegada da Kustom Kulture por lá. Além dos temas interessantes, as trilhas sonoras que ele escolhe são fodas e a edição também é muito bem feita. Enfim, é um ótimo canal.

Vou deixar aqui, um vídeo que ele postou no ano passado, sobre um evento que rolou lá em Porto Alegre. O Distinguished Gentleman's Ride.


Esse evento acontece todo ano no mundo todo e tem uma causa bem nobre que é arrecadar fundos para pesquisa contra o câncer de próstata. Quem sabe agente não consiga organizar esse evento aqui em Ubá um dia.

domingo, 26 de julho de 2015

FOTOS DOS LEITORES #03

Mais um brother que viajou e lembrou aqui do blog.

Desta vez foi o Victor Almeida, direto da Itália. Apesar de não sacar muito de motos e nem beber cerveja, ele mandou essas fotos aqui.

Moto Guzzi - V7 Classic / Vaticano

Ducati - Monster Corse Stripe / Vaticano

Um salve pro irmão que bebeu essas brejas ai e deixou o Victor tirar as fotos.

Paulaner - Weizen

Guinness - Stout

E você que fez uma viagem, viu aquela moto maneira ou esquisita, tomou uma breja diferente, pode mandar fotos que agente publica.

quarta-feira, 22 de julho de 2015

SORTEIO DO ABRIDOR DE CERVEJA DA SOL

Nesse post aqui, falei que iria sortear mais um abridor, desta vez para comemorar a marca de 3000 visualizações.


Ai você me pergunta: Mas 3000 é muito pouco em todo esse período (6 meses), não é não?
Acho que não. Mesmo considerando que metade desses acessos sejam de pessoas mais próximas a mim e que eu "force" elas a verem as minhas postagens (hahaha) ainda fico satisfeito. Sem falar que tem uma boa parcela de acessos da gringa (cerca de 30%). Então muito obrigado mais uma vez a todos vocês.

Ah, já ia me esquecendo do resultado. Como a postagem teve somente dois comentários, resolvi não fazer sorteio e mandar um abridor para cada um.

Então, parabéns! Estarei entrando em contato com vocês.

SHE RIDES A BIKE #14

terça-feira, 21 de julho de 2015

BARBADOS VLOG / REVIEW TÉNÉRÉ 250

Pessoal, o post e hoje é para divulgar o primeiro vídeo do canal do Barbados.


Se gostaram, deem um joinha lá e se inscrevam no canal. Ai vou ver se continuo fazendo.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

SENADOR FIRMINO-MG / ON ROAD

Como sempre as férias de meio do ano são um ótimo período para dar aquele rolê de moto. E quando dá, eu gosto de ir em Senador Firmino.


Lugar pacato, como toda cidade do interior de Minas. Apesar de ser um trecho muito pequeno garante uma boa distração.



FOTOS DOS LEITORES #02

Pra quem não viu o primeiro post com as fotos dos leitores, pode dar uma conferida aqui. No post de hoje tem customs e jaspions, enviadas novamente pelo Belli.

Yamaha - Virago 250 / Belo Horizonte

Harley Davidson - Road King / Guarapari

Comboio Guarapari-Vitória

sexta-feira, 17 de julho de 2015

KWAK - STRONG PALE ALE

Já falei sobre algumas cervejas do tipo Strong Ale aqui. Essa cerveja belga de coloração âmbar e sabor frutado é muito bem equilibrada. Harmoniza bem com frutos do mar e carnes vermelhas.


Graduação Alcoólica: 8,40% vol
Tipo: Strong Pale Ale
A cerveja e a cervejaria tiveram seu início em 1791 quando Pauwel Kwak, proprietário de um bar chamado "DE HOORN", a produziu pela primeira vez. A Cervejaria Bosteels pertence a esta família de sete gerações, e hoje também produz as cervejas Karmeliet e Deus.

segunda-feira, 13 de julho de 2015

MIRAÍ-MG / 14° ENCONTRO NACIONAL DE MOTOCICLISTAS

Como falei no post anterior, esse encontro é um dos poucos que temos disponibilidade e fazemos questão de ir sempre que podemos.

Mas antes de qualquer coisa, gostaria de deixar aqui o meu agradecimento a todos os responsáveis pela organização do evento.


Como de costume, foi super de boa com o bom e velho rock, cerveja gelada e ainda tinha um pé-de-moleque gigante sendo distribuído pra geral.


Destaque pra essa Ducati Diavel, linda demais. E você dono dessa moto, se estiver lendo blog, pode ficar tranquilo que eu nem toquei na sua motoka, só tirei a foto mesmo.


O camping como sempre, super tranquilo e limpo.


Levantamos junto com o sol, tomamos um belo café e viemos pra casa.


Apesar de o percurso entre Guidoval e Miraí ser pequeno (sempre que a viagem começa a ficar boa, nós estamos chegando), já deu pra ter uma ideia como a Ténéré se comporta, como por exemplo em trechos de subida onde falta torque (agora fiquei com saudades da Shadow - SQN) ou nas curvas onde apresenta maior estabilidade e permite deitar mais a moto.

Isso já ajuda a programar a viagem de fim de ano que pretendo fazer e confirma que apesar de não ter um motorzão ela é a moto que melhor me atende neste momento, dada a atual situação econômica que todos nós proletários vivemos.

domingo, 12 de julho de 2015

AFINAL, O QUE É MELHOR? PNEU COM OU SEM CÂMARA?

Quando escrevi sobre as diferenças entre rodas raiadas e rodas de liga me veio a dúvida em relação ao uso de pneu com e sem câmara. Qual é melhor? Quais são as vantagens e desvantagens de cada um?

O pneu sem câmara possui uma camada interna chamada liner. É uma fina camada de borracha que tem função impermeabilizante e reveste todo o interior do pneu, impedindo que o ar escape pelas camadas das lonas, tornando desnecessário o uso da câmara.

Outra diferença é a válvula. No pneu com câmara ela é fixa na própria câmara, enquanto no pneu sem câmara ela é fixada na roda.


O pneu sem câmara é muito mais seguro, pois quando fura, o próprio "prego" veda o furo ou quando não veda ele esvazia mais lentamente que a câmara de ar que esvazia rapidamente, o que pode levar à uma eventual queda.

Além do fator segurança, o pneu sem câmara pode ser consertado sem a necessidade de desmontá-lo. Com o auxílio do famoso macarrãozinho, que pode ser de grande ajuda dependendo da situação.

Crédito para a foto do Road Garage

Uma desvantagem que o pneu sem câmara possui é que se o aro sofrer algum empeno ou amassar ele vai esvaziar. Se acontecer isso com uma moto que utilize câmara ela vai continuar rodando normalmente, pois a câmara mantêm a pressão no pneu.

O pneu sem câmara é bem mais fácil de ser montado. Mas este serviço deve ser feito com todo o cuidado, verificando se os talões estão bem apoiados na flange do aro e se não há vazamentos. O talão de um pneu sem câmara tem construção especial e função de fixar o pneu no aro, impedir que ele gire e esvazie. Já o talão de pneu sem câmara é bem mais simples.


Lógico que o pneu sem câmara possui mais vantagens do que desvantagens, mas nem por isso o pneu com câmara não vale nada. E se você me perguntar:

Posso colocar um pneu sem câmara em uma roda raiada comum?
SIM e NÃO!

Em uma roda raiada os pontos de fixação dos raios funcionariam como ponto de perda de pressão o que não manteria o pneu calibrado.

Existem até alguns kits para essa adaptação, mas como nunca fiz, e não conheço ninguém que já tenha feito não tem como dizer se é eficaz ou não. Tem esse aqui onde é aplicada uma fita adesiva na parte interna da roda vedando os furos e esse outro onde são trocados os raios originais por raios especiais com vedação.

Uma boa opção para quem não tem rodas de liga na moto, não tem dinheiro para comprar uma Super Ténéré ou uma BMW que utilizam este tipo de roda aqui e nem mandar fazer uma já que esse tipo de roda combina a resistência/versatilidade dos raios e a segurança do pneu sem câmara, pode estar utilizando câmaras de ar mais grossas (utilizadas em motocross) e a vacina de pneus. Não vão ser a solução de todos os problemas, mas são boas medidas de  prevenção. Além disso, o mais importante é sempre andar com pneus de boa qualidade e em bom estado, independente dele ser com ou sem câmara. Isso já aumenta sua chance de evitar problemas indesejados.

terça-feira, 7 de julho de 2015

14° ENCONTRO NACIONAL DE MOTOCICLISTAS DE MIRAÍ

Esse encontro já se tornou quase que um ritual. Como coincide com as férias da faculdade, sempre marcamos presença.


Esta semana estaremos lá de novo.

TUMBLR. X BLOGGER

Já tenho uma conta no Tumblr. tem um tempo, e por lá faço várias postagens. Adoro ler novos blogs e a maioria do pessoal que escreve aqui no Brasil usa o Blogger, então resolvi criar uma página também, para ver se escolho entre um dos dois, já que eles apresentam objetivos diferentes. Fazendo este primeiro post já tenho uma ligeira impressão que vou acabar optando pelo Blogger. E pra quem nunca viu a minha página no Tumblr. é essa aqui. Espero que gostem e até a próxima. (Publicado em 21/01/15)

Quem tem o costume de acessar o blog diariamente percebeu que essa semana, tivemos algumas mudanças.

Quando fiz esse post sobre a mudança de plataforma não tinha a intenção de abandonar o Tumblr., mas o Blogger se mostrou muito mais maleável e me atende melhor. Então decidi trazer todas as postagens de lá e postar aqui com as datas retroativas.

A partir de hoje, continuamos com a programação normal. Obrigado! (Editado 07/07/15)

PARA APROVEITAR AS FÉRIAS DE MEIO DO ANO

Se você está em casa "coxeando" porque está chovendo ou a moto está quebrada, ou talvez esteja realmente afim de assistir um filme maneiro. Vou deixar alguns filmes abaixo. Não são filmes sobre motos, mas elas tem certa importância ou destaque no desenrolar da história.

ROBOCOP


OBLIVION


PULP FICTION


ROAD TO PALOMA


Já falei sobre as motos desses filmes anteriormente, então se você não leu é só clicar no link que vai direto. Como eu já vi todos, vou é andar de moto todos os fins de semana!

domingo, 5 de julho de 2015

ENTREVISTA #03 - FORTIORI MOTO DESIGN

Mais uma entrevista no Barbados. Desta vez com o Mariano da Fotiori Moto Design que vem fazendo trabalhos "fodásticos" aqui em Ubá.

Malévola

Barbados - Como é sabido, o seu primeiro projeto foi a Malévola que deu o que falar em alguns blogs importantes no meio, como Old Dog e Garagem CR. E depois disso, apareceram muitos projetos?

FMD - A Malévola, foi o meu primeiro projeto sim, ele nasceu como meu projeto de Graduação em Design de Produtos na UEMG. Depois disso eu e meus dois irmãos Leandro e Marcelo, decidimos nos dedicar nesta área de personalização de motos.
Depois deste, chegamos a fazer outros projetos, que vai de alguns trabalhos de recuperação de peças, desde estrutura (solda em chassi); tampas de motores (Kawasaki, Harley, Honda); escapamentos esportivos, pedaleiras (comando avançado para Harley); banco solo e Santo Antônio para Harley; baús para viagem, afastadores de alforges entre outras coisas.

Comando avançado / Santo Antônio / Banco solo

CB 400 - La Signorina


Barbados - Tem alguma restrição em relação a modelo, cilindrada e tipo de customização ou o que aparecer é sempre bem vindo?

FMD - Não temos nenhuma restrição em relação às motos, seja modelo, cilindrada ou marca. Gostamos mesmo é de motos, e cada projeto, por mais simples que seja, é sempre um momento de aprendizado.

Barbados - Conte um pouco sobre o seu processo criativo. O cliente tem espaço para participar ou fica tudo por sua conta, e o resultado final é uma surpresa para o dono da moto?

FMD - De tudo que fazemos, o primeiro passo é ouvir o cliente, saber o que para ele é importante, o que ele gosta. Com base nestas informações, fazemos algumas propostas e chegamos em um resultado. Temos projetos que pretendemos executar no futuro, que vai de motos 125cc a outras maiores, peças para personalização para motos e artigos para motociclistas, mas tudo isso vai depender do andamento e evolução de nossa estrutura e sinalização do mercado.

Projeto NX Falcon

Projeto HD Police 97

Barbados - De onde surgiu o nome Fortiori? Tem algum significado especial?

FMD - O nome da "empresa" surgiu durante o projeto na Faculdade, foi necessário que eu criasse um modelo de negócios para meu projeto (Malévola) sendo assim criei uma empresa fictícia, a Fortiori Moto Design (Fortiori, a palavra vem do Latim "Forte razão") que acabou ficando.

Barbados - Você trabalha em alguma outra área ou se dedica somente à oficina?

FMD - Atualmente trabalho como projetista em uma empresa que fabrica máquinas (indústria moveleira) e também presta serviços de manutenção e usinagem. O Marcelo também trabalha nesta empresa como gerente de produção e o Leandro trabalha em outra empresa como eletricista de Manutenção.

Barbados - Tirando o péssimo momento que estamos vivendo na economia, você acha que teria demanda aqui na região (Ubá) para trabalhar somente com customização?

FMD - Verdade, o pais atravessa um momento delicado. Com certeza isso afeta a todos os seguimentos, e para nós é difícil dizer como fica e ficará este mercado de customização de Ubá e região. Acredito que projetos grandes de customização talvez fiquem mais raros, mas pequenas personalizações, penso estas devem continuar acontecendo, afinal o motociclista sempre gosta de algo novo ou personalizado em sua motocicleta.

Barbados - No vídeo da Malévola dá pra perceber que você trabalha com um maquinário de primeira qualidade. Qual a dica que você daria para quem tem vontade de fazer algumas customizações mas não tem o equipamento adequado? Nós sabemos que se o cara tiver vontade e bom conhecimento consegue fazer muito com pouco, não é? Lógico que se tiver uma oficina "dos sonhos" tipo a sua, a brincadeira fica muito melhor.

FMD - O vídeo foi feito parte na empresa em que eu trabalho, no caso a parte da usinagem foi feito em centro de usinagem CNC e parte na oficina que temos na casa de meus pais. Quem me dera que nossa oficina fosse dos sonhos. Eu com meus irmãos, temos buscado sempre melhorar nossos recursos em termos de maquinários, ferramentas e tudo. Sempre que precisamos, temos nós mesmos construído muitos dos equipamentos que usamos, conforme a necessidade vem surgindo.
O ser humano tem uma capacidade incrível de realização seja para a criatividade, elaboração e execução, recursos em termos de ferramentas sempre ajudam e facilitam o trabalho, mas não é tudo. O ser humano por traz sempre fará a diferença.

Barbados - A Fortiori Moto Design possui algum site ou algo parecido? Como os novos clientes podem entrar em contato?

FMD - Já estamos montando um site, com todos os projetos e mais detalhes sobre os serviços prestados. Por hora podem entrar em contato através do email:

marianolaraujo@hotmail.com

Mariano, muito obrigado pela entrevista. Torço para que sua oficina continue crescendo e se continuar com trabalhos do nível que você tem feito com certeza vai crescer e muito.
E se estiver precisando de um estagiário, pode me chamar.